Do picadeiro para os hospitais, palhaços levam alegria a crianças internadas


Na semana do Dia das Crianças não são apenas remédios e exames que fazem parte do tratamento de pequenos pacientes em alguns hospitais do Rio de Janeiro. Alegria e risos são as especialidades da enfermeira Gertrúdes (kamilla Neves) e dos doutores Gerônimo (Cleber Salgado) e Zé Mané (Demilson Sant’ana). Os palhaços invadiram, há mais de dez anos, o Prontobaby – Hospital da Criança, na Tijuca, e o Centro Pediátrico da Lagoa, na Zona Sul.

Os artistas, que roubam a cena três vezes por semana, visitam leito por leito, inclusive os do Centro de Terapia Intensiva (CTI). A presença dos palhaços no ambiente hospitalar tem como objetivo transformar a atividade lúdica em participação ativa no tratamento.

— Existe uma troca de lugar e as crianças passam para o lugar daquele que cuida. Com os palhaços, que se inicia como uma brincadeira, traz uma participação ativa das crianças e possui também uma característica Terapêutica que acelera o processo de cura ao trazer alegria e prazer – acredita a psicóloga Nathalia Jereissati, coordenadora do Centro de Apoio Familiar (CAF), do Prontobaby.

Graduanda em psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e formada em Artes Cênicas pela Escola de Teatro Martins Pena, Kamilla Neves, a enfermeira Gertrúdes, destaca que esse trabalho é a união de suas duas profissões.

— Pessoalmente me sinto feliz, realizada e também com grandes responsabilidades neste trabalho. Diariamente, em cada quarto que visito, aprendo algo novo que sensibiliza e fortalece. Tenho certeza de que a cada dia saio do hospital melhor do que entrei. E também contribuo efetivamente para o tratamento dos pacientes, já que proporcionamos bem estar e alegria, ferramentas e estratégias de resiliência para as crianças e seus familiares enfrentarem a situação tão delicada que é uma internação hospitalar – diz a palhaça, que há cinco anos leva alegria aos pequenos pacientes do Prontobaby.

Link original | Jornal Extra | 12/10/2017

Últimas notícias

Ação social de hospital pediátrico chega ao Méier

22 de novembro de 2018


“Minha filha nasceu na rua”, conta mulher que adotou bebê de mãe viciada

16 de novembro de 2018


Borderline: O que é, o que causa e sintomas do transtorno

13 de novembro de 2018


Sífilis congênita, se não tratada, pode provocar a morte de bebês

29 de outubro de 2018


Saiba quando é o momento certo para fazer o desfralde de seu filho

17 de outubro de 2018