Dia das mães em isolamento social


Em tempos de coronavírus e isolamento social, o próximo Dia das Mães vai ser difícil para as mulheres que não poderão estar com seus filhos. Mas, se, por um lado, saudade vai doer, por outro, o sentido emocional estará mais presente do que o comercial este ano. É o que explica a psicóloga do grupo Prontobaby, Adriana Cabana.

“É importante não ceder ao apelo consumista e permanecer em nossas casas para que possamos nos encontrar novamente”, afirma.

Para as mães e filhos que estão enfrentando o isolamento social, a psicóloga dá algumas dicas a seguir. Confira:

1 – Como preparar o psicológico de quem vai passar o Dia das Mães longe das mães? Como cuidar da mente dessas pessoas?

Este ano, teremos um Dia das Mães diferente, com mais sentido emocional do que comercial. Não poderemos ter o abraço dos nossos filhos e dar um beijo em nossas mamães. Precisamos entender que o afastamento agora imposto é necessário, precisamos não ceder ao apelo consumista e permanecer em nossas casas para que possamos nos encontrar novamente em breve, com muito mais alegria.

2 – Como explicar que a avó não vai estar presente nessa data?

Esta é uma boa oportunidade para reforçar para os pequenos a importância do distanciamento social. Agindo assim, estamos cuidando do vovô e da vovó, para que possamos dar um abraço apertado neles, em breve. Podemos usar e abusar dos recursos tecnológicos existentes, como vídeo chamadas e ligações. Isso tornará o momento mais intimista.

3 – Como aproveitar a data, então?

Fazer algo diferente do dia a dia é importante para marcar a data. Porque não “almoçar fora”, colocando a mesa na varanda ou no quintal? Mas, lembre-se: nada de visitas e convidados. Reveja fotos antigas, faça brincadeiras juntos, tudo para passar o dia da melhor maneira possível.

4 – Preparar a comida preferida do filho, usar um presente que ele deu, faz com que as mães se sintam mais próximas dos filhos ou isso pode ter efeito negativo no psicológico?

Não há risco de prejuízo psicológico. Pelo contrário , esse carinho faz com que as famílias se aproximem cada vez mais.

5 – Como preparar o psicológico das mães e avós que, por causa do isolamento, vão passar o Dia das Mães longe dos filhos e netos?

Reforçando a importância do cuidar e do amor entre avós, mães, filhos e netos. Mande abraços e beijos virtuais, fale com suas mamães e vovós!  A distância não é um problema quando se tem a certeza do amor!

Fonte: Aventuras Maternas

Últimas notícias

Volta às aulas: pediatra lista razões para considerar a prática não segura

10 de agosto de 2020


Pais da diversidade: como enfrentar situações de preconceito em diferentes modelos familiares

7 de agosto de 2020


8 dicas para ensinar seu filho a dormir só

4 de agosto de 2020


Rivalidade feminina e relacionamento “maternal”: o que não levar da “Barraca Do Beijo 2” para a sua vida

1 de agosto de 2020


Como o “novo normal” pode afetar o emocional das crianças com a volta às aulas

31 de julho de 2020