Vai viajar neste fim de ano? Confira dicas para uma viagem segura e sem imprevistos


Muitas famílias vão aproveitar o fim de semana para colocar o pé em direção ao destino que escolheram para o réveillon. Independentemente da maneira de que é feito o deslocamento, seja carro, de ônibus ou de avião, é preciso tomar alguns cuidados antes e durante o percurso. Se a viagem for feita com o veículo da família, é importante que o motorista esteja bem descansado para evitar qualquer tipo de acidente.

— Quem tem algum problema de coluna, de ombro, de punho, de tendinite ou de bursite precisa conhecer seus limites e levar suas medicações para as crises. Quem tem pressão alta ou diabetes também não pode esquecer os medicamentos de rotina — diz Odenice Souto, ortopedista no Hospital Adventista Silvestre.

Para evitar dores na coluna durante o deslocamento, o indicado é manter o banco levemente inclinado (de 100 a 110 graus) para apoiar completamente a lombar.

Quem vai levar crianças no carro precisa ficar ainda mais atento, orienta Patricia Rezende, pediatra do Prontobaby:

— É importante sempre manter a criança na cadeirinha em todos os momentos e levar lanches leves no carro, como frutas e água. Preparar brincadeiras para passar o tempo no carro, como nomear objetos, animais e cores utilizando diferentes letras, é uma opção para entreter os pequenos. Se as crianças costumam enjoar, é importante avaliar antes com o pediatra o uso de algumas medicações.

Em viagens de avião, Patricia recomenda levar um agasalho para o caso de o ar-condicionado estar muito forte; soro para o nariz se a viagem for um pouco mais longa ou se a criança tiver propensão a ter nariz seco; e dar algo para mastigar ou colocar o bebê para mamar na hora da decolagem e do pouso para aliviar a pressão nos ouvidos.

A alimentação é outro ponto que deve ser pensado. A dica é beber bastante água, suco de frutas naturais e água de coco, evitar frituras e alimentos gordurosos ou à base de maionese.

Últimas notícias

Volta às aulas: pediatra lista razões para considerar a prática não segura

10 de agosto de 2020


Pais da diversidade: como enfrentar situações de preconceito em diferentes modelos familiares

7 de agosto de 2020


8 dicas para ensinar seu filho a dormir só

4 de agosto de 2020


Rivalidade feminina e relacionamento “maternal”: o que não levar da “Barraca Do Beijo 2” para a sua vida

1 de agosto de 2020


Como o “novo normal” pode afetar o emocional das crianças com a volta às aulas

31 de julho de 2020