Bebê de 38 semanas: mudanças podem causar desconforto


Nessa idade o bebê começa a desenvolver a memória seletiva, possibilitando que ele lembre de informações mais específicos. De acordo com a pediatra Patrícia Rezende, o bebê costuma não ficar muito bem quando os móveis são mudados de lugar ou quando deixam ele com pessoas estranhas.

Por isso, se for preciso que você mude de casa durante essa fase, pode ser que seu bebê tenha um choque emocional com essas mudanças, ficando mais inquieto, choroso e se sentindo inseguro.

Durante essa idade os bebês começam a estranhar as pessoas, então é normal que ele não queira mais ir no colo daquele tio ou o avô.

É normal que eles fiquem mais agarrados com os seus familiares, mãe e pai por exemplo. Isso começa quando a mãe sai do campo visual e o bebê chora demais, e acontece porque eles ainda não entendem essa questão de permanência, que mesmo quando a mãe ou o pai não estiverem em seu campo visual, ainda estão ali.

A presença de pessoas que não são do convívio diário do bebê podem causar certo desconforto a ele. Por isso, não estranhe se em casa seu bebê é mais desinibido e risonho, e quando está na presença de pessoas estranha ficam mais acanhados. Nessas horas, a tendência é o bebê pedir colo aos pais, para que possam se sentir protegidos. Por isso, nessas horas não hesite em dar colo para o seu bebê.

Fonte: Portal Minha Vida

Últimas notícias

Volta às aulas: pediatra lista razões para considerar a prática não segura

10 de agosto de 2020


Pais da diversidade: como enfrentar situações de preconceito em diferentes modelos familiares

7 de agosto de 2020


8 dicas para ensinar seu filho a dormir só

4 de agosto de 2020


Rivalidade feminina e relacionamento “maternal”: o que não levar da “Barraca Do Beijo 2” para a sua vida

1 de agosto de 2020


Como o “novo normal” pode afetar o emocional das crianças com a volta às aulas

31 de julho de 2020