Bombas de tirar leite simulam a sucção do bebê e facilitam a vida das mães


Para as mulheres que acabaram de ter filhos, ​o processo de amamentação pode se tornar um grande desafio​. Parar de amamentar, principalmente nos primeiros meses de vida, deixa muitas mães preocupadas e até mesmo culpadas. Além disso, após a licença maternidade, muitas mulheres retornam ao trabalho e não conseguem manter uma rotina de amamentação. Por isso, especialistas recomendam​ o uso de aparelhos, como​ a bomba ​tira​ leite, um importante aliado na manutenção de uma alimentação mais saudável.

A médica Iraci Santana, coordenadora do CTI Neonatal do Prontobaby – Hospital da Criança, explica que a bomba de tirar leite é ​indicada em algumas situações. Segundo a especialista, a bomba é recomendada principalmente para as mães que ​precisam estimular a produção de leite e também para aquelas que precisam ​criar um estoque e ​nem sempre conseguem fazer uma boa ordenha manual.

— O aparelho é indicado para as mães que sentem dificuldade em amamentar, mesmo a criança sugando diretamente no seio materno. Com a ajuda de uma bomba que melhor se adeque, a própria mãe pode retirar o leite e armazenar para dar ao seu filho. O ato também ajuda a não ressecar o leite — destaca a médica, lembrando que o líquido deve ser armazenado em frascos de vidros estéreis e no congelador, podendo ficar por até três meses.

A médica ainda acrescenta que, nos casos de bebês adotivos ou que estão internados, as bombas também são uma ótima opção. Mas há restrições. De acordo com a neonatologista, o aparelho não é indicado quando agride a área do bico do seio materno.

Maior conforto e estímulo

Nesses casos, segundo Iraci, o importante é ​testar o produto​ e utilizar aquele com o qual a mulher se sentir mais confortável. Existem, hoje, ótimas opções no mercado, tanto manuais quanto elétricas. E uma novidade são as bombas que simulam o movimento de sucção natural do bebê. Com isso, não apenas a mãe sente maior conforto como também acontece um estímulo mais eficiente das glândulas mamárias.

— A mãe precisa apenas se preocupar com a higienização do aparelho, que é simples. Basta ferver com água limpa, além de guardá-la em um lugar seguro e seco — orienta a médica.

P​rojetad​a para auxiliar as mães a extraírem o leite materno mais conforto, a Bomba Tira-Leite Smart da G-Tech, por exemplo, é ​leve e de simples​ montagem. Basta ligar na tomada para usar.

Link original | Jornal Extra | 02/03/2018

Últimas notícias

Ação social de hospital pediátrico chega ao Méier

22 de novembro de 2018


“Minha filha nasceu na rua”, conta mulher que adotou bebê de mãe viciada

16 de novembro de 2018


Borderline: O que é, o que causa e sintomas do transtorno

13 de novembro de 2018


Sífilis congênita, se não tratada, pode provocar a morte de bebês

29 de outubro de 2018


Saiba quando é o momento certo para fazer o desfralde de seu filho

17 de outubro de 2018